Amor

Amor

Amemos! Quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!

Quero em teus lábio beber
Os teus amores do céu,
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança,
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, minha donzela,
Minha’alma, meu coração!
Que noite, que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

Álvares de Azevedo

Parabéns a Marisa!

Divido dois versos que fiz em homenagem a minha mamãe Marisa que completou mais um ano de vida em 06/07/2018:

Benção divina

(Escrito por Gustavo Rocha para Marisa Rocha no dia do seu aniversário em 06/07/2018)

 

Hoje é dia seis,

Data do teu nascimento,

Data também da Laura e da Marinna,

Netas que nasceram como homenagem no mesmo dia!

 

Todas tem festa no sexto dia,

Seja aniversário ou mesversário,

Só alegria e felicidade,

Numa data ímpar de verdade!

 

Mas, hoje, seis de Julho,

Os parabéns são pra ti, mamãe querida,

Parabéns por mais um ano de vida,

Parabéns por seres o amor da minha vida!

 

Que Deus-Pai te ilumine e guarde,

Traga boas novas de saúde, força e bondade,

Sejas a plenitude de tudo de bom que contigo aprendemos:

Sejamos o amor sincero e verdadeiro!

 

Muita luz e brilho na tua trilha,

Sempre sendo renovação em cada passo dado do caminho,

Rodeada daqueles que te amam em puro alinho,

Assim brindamos o dia ao teu lado com carinho!

 

Parabéns mamaezinha querida,

Parabéns e muitos anos de vida!

Somos mais felizes por existires em nossas vidas,

Somos mais felizes em ter em ti a benção divina!

 

**************************

 

Hoje

(Escrito por Gustavo Rocha para Marisa Rocha em 06/07/2018)

 

Hoje é aniversário da vida,

Da minha vida,

Daquela que me deu a vida,

Do amor da minha vida;

 

Hoje, alegria pouca é bobagem,

É essencial ter ela ao meu lado,

Para felicidade plena,

Verdade pra lá de buena;

 

Hoje, seis do sete,

Data que os astros te trouxeram a este mundo,

Por tanta conexão tua comigo,

Até minhas filhas nasceram no dia seis cada uma,

Cúmplices de uma data abençoada na nossa vida;

 

Te amo mãe, minha doce mamãe;

Sei que este amor veio de outras existências,

Posto que não cabe numa vida apenas,

Rima com eterno e sincero em cada olhar que trocamos de forma plena!

 

Que Deus-Pai abençoe teus passos,

Com saúde, amor e verdade,

Sejas sempre este doce de pessoa que és,

A nossa Marisa, Marisinha, mamãe querida,

Que engrandece a nossa vida,

Em cada nota sentida;

 

E, por derradeiro,

Te amamos por inteiro,

Um beijo e abraço apertado,

Do filho que hoje também é pai e que te ama por completo!

A imensa alegria de servir

Toda natureza é um desejo de serviço.
Serve a nuvem, serve o vento, serve o sulco.
Onde houver uma árvore para plantar,
planta-a tu;
onde houver um erro para corrigir,
corrige-o tu;
onde houver uma tarefa que todos recusem,
aceita-a tu.

Sê quem tira
a pedra do caminho,
o ódio dos corações
e as dificuldades dos problemas.

Há a alegria de ser sincero e de ser justo;
há, porém, mais do que isso,
a imensa alegria de servir.

Como seria triste o mundo
se tudo já estivesse feito,
se não houvesse uma roseira para plantar,
uma iniciativa para lutar!

Não te seduzam as obras fáceis.
É belo fazer tudo
que os outros se recusam a executar.

Não cometas, porém, o erro
de pensar que só tem merecimento executar
as grandes obras;
há pequenos préstimos que são bons serviços:
enfeitar uma mesa.
arrumar uns livros.
pentear uma criança.

Aquele é quem critica,
este é quem destrói;
sê tu quem serve.

Servir não é próprio dos seres inferiores:
Deus, que nos dá fruto e luz,
serve.
Poderia chamar-se: o Servidor.
E tem os seus olhos fixos nas nossas mãos
e pergunta-nos todos os dias:
– Serviste hoje?

Gabriela Mistral, poetisa chilena (1889-1957)

Fonte: http://belostextos.aaldeia.net/alegria-servir/