https://pixabay.com/pt/photos/miniatura-figura-da-miniatura-pintor-1700629/

Sábios pensares

Sábios pensares

Dos pequenos ridículos 
nunca faça escândalos ao menos
visto que tanto ousas
não os faça pequenos
o ridículo está é nas pequenas coisas

Do pranto 
não tentes consolar o desgraçado
que chora amargamente a sorte má 
se o tirares por fim do seu estado
que outra consolação o restará… 

Do prazer
quanto mais leve tanto mais sutil
o prazer que das coisas nos provém
escusado é beber todo um barril
para saber que gosto o vinho tem…

Da contradição
se te contradisseste e acusam-te. Sorri.
pois nada houve em realidade
teu pensamento é que chegou por si só
no outro pólo da verdade

Da falsidade
foi tudo falso o que ela disse …
fecha os olhos, crê, a mentira é tão linda
nem ela sabe que fingir meiguice
é o mais certo sinal de que te ama ainda

Do eterno mistério
um outro mundo existe…uma outra vida…
mas de que serve ires para lá…
bem como aqui, tu’alma atônita e perdida 
nada compreenderá

Do mau estilo
todo o bem, todo mal que eles te dizem, nada
seria, se soubessem expressá-lo
o ataque de uma borbolete agrada
mais que todos os beijos de um cavalo

Mario Quintana

Mulheres, exemplo.

Nasci de uma mulher e foi ela que me ensinou boa parte do que sei,

Tive a felicidade incomparável de ter uma irmã,

Para assim saber como conviver, respeitar e amor fraternal,

Sem esquecer nesta relação de igualdade, irmão e pai sempre fizeram parte;


Durante a existência sempre estive rodeado de mulheres e homens,

Até o dia que tudo deu certo para conhecer aquela que dividiria meus segundos todos os dias:

De longe, pela internet, improvável:

Aí está a Polliana pra dizer o contrário;


E desta união fraterna, amorosa e com seus altos e baixos,

Nasceram duas outras mulheres que tenho orgulho de chamar de filhas,

As quais nesta data singular do calendário,

Homenageio todas com meus sonhos e rimas;


Pois, através das mulheres singulares da minha vida,

Quero clamar respeito, amor, vida, carinho, amizade,

Quero clamar, por incrível que pareça, igualdade,

Quero que tudo isto seja pra elas uma verdade;


Que possam viver num mundo onde não exista diferença por gênero, credo ou pensamento,

Que possam viver por viver e não morrer, por serem mulheres,

Que possam fazer suas escolhas e seguir em frente,

Sem medos, preconceitos ou tabus: Sejam escolhas iguais, diferentes ou transversas.


Utopia?

Depende.

Depende apenas de nós.

Apenas das nossas escolhas.


Nós como coletivo temos que fazer as mudanças,

Entretanto, o coletivo só existe com o indivíduo,

E é de maneira própria, única e pessoal que a mudança ocorre,

Portanto:


Repense suas escolhas,

Repense sua forma de agir,

Não seja aquilo que não gostaria pra si mesmo,

E quem sabe assim, teremos um início de uma longa caminhada de autoconhecimento, transformações e novas verdades.


Com as mulheres da minha vida aprendi desde caminhar, estudar, sentir,

Passando a ver da vida algo diferente de mim ou meu irmão,

Depois percebi que nada sabia sobre este outro lado da sexualidade,

Aprendi a ver com os olhos de quem ama a verdade;


E com amor, verdade, carinho e tantos outros predicados bons,

Nasceram duas meninas que me ensinam todos os dias a ser um homem e principalmente pai melhor,

Para que elas tenham um mundo mais justo e fraterno no seu desenvolvimento,

E possamos todos, juntos, existir com justiça neste universo, reflito:


Mude. Ame. Escolha. Racionalize.

Seja a mudança de uma gota diante de um oceano de problemas.

Nas palavras da Madre Tereza de Calcutá: Posso ser uma gota diante do oceano, mas sem esta gota ele seria menor.

Sejamos água, mudança, sempre, todos os dias.

Assim seremos uma sociedade melhor para todos nós.


Beijo no coração das gurias e abraço nos xirús!

Gustavo Rocha

Blog do Gustavo Rocha – PensarFazBem

gustavo@gustavorocha.com  |  (51) 98163.3333  |www.blogdogustavorocha.com.br

Fonte: https://pixabay.com/pt/illustrations/eu-você-nós-grupo-silhueta-67355/

Derrotando o egoísmo

Ajuda a quem te calunia, oferecendo, em silêncio, novos recursos de apreciação a teu respeito, através dos bons exemplos.

Ampara aquele que te persegue sem razão, endereçando-lhe vibrações de amor, em tuas preces mais íntimas.

Sê útil ao companheiro que não te compreende, mantendo-te invariavelmente disposto a socorrê-lo em suas necessidades.

Esquece-te para servir.

Renuncia a ti mesmo, a fim de que o ideal do bem supere o círculo de tua personalidade.

Ajusta-te aos desígnios da união fraterna para registrares, em teu caminho, os anseios e as esperanças de todos os que te cercam.

Considera como teu o sofrimento de teu irmão!…

Compadece-te das vítimas infelizes do ódio e da maldade e, sem o veneno da queixa no teu pensamento ou nos teus lábios, segue distribuindo os dons da bondade pura.

Quando pudermos esquecer o centro escuro de nosso “eu”, envolvendo-o na claridade sublime da vontade de Deus, que deseja o bem e a paz, o progresso e a alegria para todas as criaturas, teremos vencido em nós o egoísmo – velho monstro de mil garras – que nos retém no inferno da crueldade, estabelecendo o céu em nosso próprio coração.

*   *   *

Não há outro caminho para a verdadeira felicidade, senão o do amor ao próximo, a si mesmo e ao Pai.

Qualquer outra estrada frustrará o caminhante.

Esquecer-se para servir não significa deixar de se amar. Pelo contrário, quando passamos a sentir nossa essência divina, servimos com alegria e o serviço nos completa a alma.

Realizamos uma espécie de autoconquista, em que nos percebemos capazes, nos percebemos úteis.

Todo instrumento do bem, ao mesmo tempo que serve, também se embeleza e se autoburila.

Esquecer-se para atender o outro não significa auto-abandono, descaso consigo mesmo.

Esquecer-se significa deixar de lado nossos desejos materialistas, imediatistas e personalistas.

Esquecer-se é deixar de atender apenas as nossas vontades, os nossos interesses e olhar para os lados, perceber a vida que pulsa e que pede nosso auxílio e colaboração.

Não crescemos sozinhos. Amparamo-nos uns nos outros para ascender.

O caso do jovem Jaqueciel de Souza, de 17 anos, ficou conhecido nas redes sociais.

Ele nasceu com paralisia cerebral e tem dores diariamente.

Depois que a família simples pediu ajuda nas redes sociais para conseguir uma cama hospitalar, a fim de que ele tivesse um mínimo de conforto, uma grande mobilização dominou a região de Lima Duarte, em Minas Gerais.

Sensibilizados, militares do Exército se uniram a voluntários do Projeto Mãos Amigas e juntos fizeram uma campanha para arrecadar dinheiro e comprar a cama.

A entrega foi emocionante. Eles montaram a nova cama e colocaram o rapaz nela com cuidado e respeito.

*   *   *

E se todos olhássemos para os lados e percebêssemos o que falta para o outro? Como podemos atender? Como podemos ajudar?

Derrotaremos o egoísmo com a vontade e sensibilidade.

Basta querer, e querer agora.

Redação do Momento Espírita, com base no
cap. 40, do livro Escrínio de Luz, pelo
Espírito Emmanuel, ed. O Clarim.
Em 18.2.2020.