Saudade

Saudade apertou no meu peito,
Volição de um abraço,
Um aperto real e não virtual,
Sincero, desmedido e palpável;

Saudade de estar aglomerado,
De um beijo estalado,
De amigos ao lado,
Saudade de viver sem se preocupar com porquês.

Meu bom dia acompanha esta saudade,
Deixa um abraço gostoso e apertado,
Um beijo estalado,
E uma vontade de estar ao teu lado;

São palavras, eu sei,
Entretanto carregam o meu ser,
Meu bem querer,
E sobretudo, quem sou pra valer;

Recheadas de sentimentos,
Abarrotada de desejo,
Quiçá se resumem num único verbo:
Amar;

Amar com vontade,
Amar sem os pudores da vaidade,
Amar sem se preocupar com reciprocidade,
Amar, na acepção da palavra verdade:

Amor, amizade, bom dia, sinceridade,
Meu sentimento para ti em absoluto,
De querer o presencial sem esquecer pelo menos do virtual,
Neste bom dia pra lá de especial!

Escrito por Gustavo Rocha em 26 de Abril de 2021

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.