Vou-me Embora de Mim

Vou-me Embora de Mim (Joaquim Pessoa)

Tenho todas as contradições de um homem livre
e apenas vivo amarrado à minha liberdade. Rejeito o sonho
e quando durmo, durmo. Sou eterno em cada segundo.
É evidente que não tenho de procurar o que é evidente.
Quem luta pela liberdade luta pela vida e eu
não me canso de lutar, de procurar o cristal profundo,
o infatigável cristal que há milhões de anos
não era mais do que um pedaço de chuva.
Constelações de ideias, violentíssimos enxames
de sílabas, de palavras, têm-se deslocado num universo
finito, este cosmos de província que é a minha vida.
E aqui, de sete em sete dias posso contar um sábado,
dispondo de meses previsivelmente iguais na sua gestação,
sei como eles começam e acabam, como
recomeçam e voltam a acabar, só não consigo
lembrar-me do meu nascimento
e da minha morte não guardarei memória.

Sou um homem livre de contradições, isto é,
sou um homem livre, de contradições. E confesso-o
como defesa antecipada à justa acusação. O escritor
é um homem de dicções e de contra-dicções, de escritas
e de contra-escritas, aquele que diz e contra-diz,
que escreve contra si a seu favor. O escritor
é uma espécie de silêncio cheio de gritos mas também
uma espécie de grito almofadado com silêncios.
O escritor é alguém que já morreu setenta vezes.
Que já teve para si setenta vidas. Setenta oportunidades
que aproveitou para escrever sempre as mesmas coisas.
E não conseguirá escrever nada realmente diferente
nem que viva e morra por mais setenta vezes.
É amarrado a esta condição que o escritor é livre.
É amarrado à liberdade que o escritor está preso.
Ninguém poderá fazer de um escritor alguém feliz.
Na vida inquieta do escritor há um homem 
que tem medo de sonhar. Um homem cuja
coerência está na luta que tem consigo mesmo.
Porque, para o escritor, os outros que se lixem.
Porque, para o escritor, os outros são indispensáveis.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.