Bom dia meu amor

“BOM DIA, MEU AMOR

Acordo-me. Acordo-te. Sorrio.
E sobre a tua pele que a minha adora, navega o meu desejo, esse navio que sempre parte e nunca vai embora.

E como um animal uivando o cio
de um milénio, de um mês ou uma hora, não sei se morro ou vivo, ou choro ou rio,
só sei que a eternidade é o agora.

E calam-se as palavras, uma a uma, feitas de sal, saliva, dor e espuma com a exacta dosagem da alegria.

Bom dia, meu amor! O teu sorriso é tudo o que me falta, o que eu preciso para acender a luz de cada dia.”
.
Joaquim Pessoa
in “Os Dias Não Andam Satisfeitos”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.