AGARRA-TE AO POEMA

AGARRA-TE AO POEMA

*

Se a luz da manhã te fizer tropeçar, agarra-te ao poema.
Se não conseguires suportar a solidão, agarra-te ao poema.
Se te rasteirar a mentira, não esqueças, agarra-te ao poema.
Se sentires que a verdade te faz fugir o chão, agarra-te ao poema.
Se o medo te impede de avançar, coragem, agarra-te ao poema.
Se a tua insegurança é mais forte do que tu, agarra-te ao poema.
Se alguém quiser fazer retroceder o teu sorriso, agarra-te ao poema.
Se uma dor insuportável te faz tremer as pernas, agarra-te ao poema.
Se o amor te deixar um dia abandonado e frágil, agarra-te ao 
poema.

Porque em cada circunstância a vida escreveu um poema
especialmente para ti.

*

Inédito de Joaquim Pessoa
QUE NOME DAR A ESTE LIVRO?, 
a publicar pela Editora Edições Esgotadas
em 2019.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.