Estava precisamente a dizer-te

Estava precisamente a dizer-te
que o meu coração tem um sorriso ao qual não
me oponho porque esse sorriso tem a forma de
um barco que desliza sobre qualquer mar
de lágrimas.Fico satisfeito por teres perdoado
as minhas palavras.Cada uma delas quer ser melhor
que a outra.Sabes?,isto de ser poeta não é de facto
coisa que se recomende,e um verbo é como o vento.
Se alteras o tempo verbal,mudas a direcção do
vento,quero eu dizer,a direcção do pensamento.O que
canto não é o que cantei,e também decerto não será
o que cantarei um dia.Por isso estava a dizer-te
que o meu coração sorri.E não sorri
apenas.Adora andar por aí,a assobiar
o futuro.Fazendo justiça
a quem me lê.

Joaquim Pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.