A mulher e o reino

A mulher e o reino

Ó romã do pomar, relva, esmeralda,
olhos de Ouro e de azul – minha Alazã!
Ária em corda do sol, fruto de prata,
meu Chão e meu Anel – cor da Manhã!

Ó meu Sono, meu sangue, Dom, coragem
água das pedras, rosa e beldever!
Meu candeeiro aceso da Miragem
meu mito e meu poder – minha Mulher

Dizem que tudo passa e o tempo duro
tudo esfarela
O sangue há de morrer

Mas quando a luz me diz que esse ouro puro
se acaba por finar e corromper
meu Sangue ferve contra a vã Razão
e há de pulsar o Amor na escuridão!

Ariano Suassuna

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s