Vó, por onde andas vó?

Vó, por onde andas vó?

Foste uma peça humana maravilhosa vó, alguém com diferencial competitivo.

Sabia quando calar e falar, mesmo que muitas vezes poucos estivessem ao teu lado para ouvir.

Sabia que juntos, mesmo em silêncio, era importante.

Vó, a Laura não te foi conhecida, mas saberás de ti e de teus feitos, com toda certeza.

Vó, mais de um mês se passou, saudade aplaca o peito, vontade de te dar um beijo, mas convicção que fica é uma só:

Quem como eu soube aproveitar o tempo contigo em vida, só resta aguardar o dia derradeiro da despedida, onde o reencontro e a verdade existirão novamente em nossas essências.

E o amor vó, ah! este sim é eterno e independente de qualquer natureza humana.

Te amo vozinha amada. Ontem, hoje e sempre. E até que possamos nos encontrar no plano que for, lembrarei com carinho de nós dois, seja no almoço, seja com chimarrão que o vô sempre me esperava, seja pelo nescau da minha infância.

E a Laura será amada deste jeito vó. Porque assim aprendi contigo a amar e ver o mundo e somente assim, de forma desmedida e incondicional seu doar aquilo que sou: Amor, por qualquer ângulo que possa me ver.

Vó, por onde andas vó?

Em minha alma, coração e vida tenho certeza. E saber que estás assim comigo é suficiente para a minha existência.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.