Avós

Dizem que ser avó/avô é ser mãe/pai sem compromisso, talvez um misto de educar com deseducar, de dar mais do que se preocupar com isto ou aquilo.

Dia 26 foi dia dos avós.

Perdi a minha última avó na quinta, dia 24.

Neste dia 26, minha comemoração foi uma reflexão de como meus avós foram importantes na minha existência.

E com satisfação afirmo: Foram essenciais em muito do que hoje sou.

Algumas coisas que aprendi:

Com vô João, a contar até 100, sendo embalado de cavalinho na sua perna;

Com vó Jujuba, a tomar vinho com água e açúcar e ver a vida mais doce;

Com vô Nassuca, a tomar chimarrão, algo que hoje resgato com orgulho;

Com a vó Mininha, a ser mais sensível e sensato com as coisas da vida…

Meus avós, podem ser estrelas no céu, mas tem eterna morada no meu ser.

Parabéns a todos os avós, inclusive aos meus pais, que hoje são avós, porque a sua sabedoria realmente é infinita.

 

Beijo no coração das gurias e abraço nos xirús!

Gustavo Rocha

Blog do Gustavo Rocha – PensarFazBem

gustavo@gustavorocha.com  |  (51) 8163.3333  |www.blogdogustavorocha.com.br

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.