O último verso

Ontem passei pela difícil tarefa de ver o corpo de alguém que tanto amo ser colocado para descansar na eternidade.

E no meio de tanta dor e saudade, escrevi uma despedida singela e a publico hoje, um dia depois, como forma de eternizar aquele momento tão lindo e frágil de todos nós nesta vida terrena.

Que a tua luz e amor irradiem por todo sempre, vozinha Mininha. Nós que ficamos teremos para sempre saudades.

 

Último Verso

(escrito por Gustavo Rocha, pelo desencarne da amada Vozinha Mininha em 24 de Julho de 2014)

Vozinha querida,

Vozinha do meu coração,

Tantas vezes na vida para ti escrevi,

Esta é a última poesia então.

 

Há um mês atrás,

Nada disto poderia ser imaginado,

Estávamos brincando com fotos e risos,

Estávamos como sempre: Felizes contigo.

 

Tua companhia sempre foi uma alegria vó.

Irradiava luz, paz e amor no caminho.

Era mais do que apenas avó, mãe, esposa:

Tu eras a luz no nosso caminho.

 

Quando perdemos o vô em 93 a dor foi muito forte,

Assim como ele era forte, nós ficamos fortes,

E hoje, com a tua ida ao plano divino,

Nós estamos aqui, tentando ser fortes vó, mas é difícil.

 

Difícil entender os designos de Deus-Pai nesta hora,

Impossível compreender os porquês de tanta luz ter que ir embora,

Nós que aqui ficamos em sofreguidão em busca de paz,

Nós que queremos sempre ao teu lado estar.

 

Sabemos que foi um descanso no meio de tanta dor,

Sabemos que foi apenas teu corpo que aqui ficou,

Sabemos que um dia iremos nos reencontrar,

E mesmo assim, vozinha querida, difícil é aqui ficar.

 

Poderá ser o último verso,

Mas, jamais a última lembrança,

Tu moras no meu coração, corpo e alma:

Tu és a minha vozinha amada.

Muitos diziam que eu era o neto preferido,

Outros que não compreendiam como nós dois podíamos querer estar sempre juntos,

Ah! Minha linda Marina,

Só que ama sabe como tu és eterna.

 

Escrevo no meio de lágrimas e soluços,

Mas, para ti vozinha amada, qualquer homenagem será singela,

Pois o amor que por ti tenho,

É singular, sincero, inesquecível.

 

Como deixaste claro que não queria flores neste momento de despedida,

Te deixo aquilo que para mim tem mais valia:

Uma poesia com tudo que sinto e penso,

E algumas fotos nossas em momentos de pura alegria.

 

Porque alegria é o que por ti sinto,

Felicidade sempre tive ao teu lado,

Em vida, fomos felizes nesta existência,

E na próxima, o cara lá de cima que diga o que quer que seja.

 

Só sei que hoje meu coração está dividido,

De um lado a alegria de uma vida plena contigo,

Noutro a perda para outro plano do teu brilho,

E neste turbilhão fico eu, sentindo.

 

Mas se aprendi algo importante contigo e com o Nassuca Rocha,

Foi que sentimentos não são um problema,

São necessários e importantes,

São a alegria terrena.

 

Então, minha vozinha querida e amada,

Que o amor que sempre teve para dar a todos nós

Seja retumbante em todo teu novo caminho,

Servido de base e alinho.

 

Pois podemos ter muitas dúvidas sobre o futuro,

Sobre como será a vida depois do corpo,

Mas uma certeza eu tenho e afirmo:

O amor vence qualquer plano e desafio.

 

E por ter esta certeza no peito e na minha essência,

Por saber que Deus-Pai sempre faz certo independente da nossa compreensão,

Eu resumo tudo que disse até agora numa singela frase de certeza:

Eu te amo vó! E a eternidade será prova desta certeza.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.