E agora papai?

Este texto escrito sobre filhas por Tara Hedman demonstra muito da minha forma de pensar. Vale muito a pena esta reflexão. E ao seu término, faço a minha verdade sobre o assunto:

Atenção, pai: 20 coisas que sua filha pequena gostaria que você soubesse

Estou passando a manhã esperando o meu carro ficar pronto na oficina. Quatro mecânicos e eu estamos inalando o cheiro de pneus e fumaça de escapamento enquanto uma encantadora fadinha saltita sem parar ao redor do seu papai. Ela senta no colo dele, dá risadas, se vira e depois vai rodopiar novamente no chão.

Ela está pulando e rodando na sua saia de babadinhos cor de rosa. A meia-calça preta de lã está folgada e forma dobras ao redor dos seus joelhinhos. Seu casaco fofinho faz seus bracinhos ficarem mais afastados do seu corpo do que o normal. Uma tiara brilhante de cristais fecha o conjunto, presa à sua cabeça com uns 60 grampos colocados em todas as direções.

Ela deve ter uns 4 aninhos. É tão pequena, tão vulnerável. Mas ela não está preocupada com nada disso, cantando sobre baratinhas e aranhas, calçando sapato tipo boneca. Fico com os olhos marejados olhando para ela. Fico com os olhos marejados olhando o pai olhar para ela. Aos 4 anos, ela não faz ideia da importância que esse homem, seu caráter ou suas palavras terão na vida dela por muitos e muitos anos. Talvez nem ele mesmo saiba.

Então, para todos os papais de garotinhas que ainda não têm idade suficiente para expressar o que elas precisam de você, aqui está uma lista de coisas que nós gostaríamos que vocês soubessem:

1. A maneira que você me ama é a maneira em que vou amar a mim mesma.

2. Pergunte como estou me sentindo e ouça atentamente a minha resposta, pois preciso saber que você me valoriza antes de poder entender o meu real valor.

3. Eu aprendo a maneira em que devo ser tratada pela maneira que você trata a minha mãe, independente de você ser casado com ela ou não.

4. Se você estiver com raiva de mim, eu sinto, mesmo sem entender, então converse comigo.

5. Por favor, não fale de sexo como se fosse um garoto adolescente ou vou pensar que é algo nojento.

6. Quando você fala com um tom gentil, eu entendo bem melhor o que você está falando.

7. A maneira que você fala sobre o corpo feminino, mesmo que seja “só de brincadeira”, é o que eu vou achar do meu próprio corpo.

8. A forma que você trata o meu coração, é a forma em que vou permitir que ele seja tratado por outros.

9. Se você me incentiva a descobrir o que me faz feliz, é isso que eu sempre vou buscar.

10. Ensine-me a amar a arte, a ciência e a natureza e eu aprenderei que o intelecto é mais importante do que o tamanho do meu manequim.

11. Deixe-me falar exatamente o que eu quero, ainda que seja errado ou bobo, pois eu preciso saber que você aceita que eu tenha uma voz forte.

12. Quando eu ficar mais velha, se você se mostrar assustado em relação ao meu corpo em transformação, vou acreditar que existe algo de errado com ele.

13. Se você me tratar com carinho, eu aprenderei a abraçar a minha própria vulnerabilidade ao invés de ter medo dela.

14. Quando você me deixar te ajudar a consertar o carro e a pintar a casa, eu vou acreditar que sou capaz de fazer qualquer coisa que um menino também faz.

15. Quando você protege minha feminilidade, eu aprendo que tudo em mim vale a pena ser protegido.

16. A maneira como você trata o nosso cachorro, quando acha que eu não estou olhando, me diz mais sobre você do que praticamente qualquer outra coisa.

17. Não deixe que o dinheiro seja o mais importante, ou eu vou aprender a não respeitar nem o dinheiro, nem você.

18. Me abrace, segure e beije de todas as formas que um pai faz que são boas, puras e corretas. Preciso muito disso para entender o que é um toque saudável.

19. Por favor, não minta, porque eu acredito no que você diz.

20. Não evite as conversas difíceis, pois fazendo isso você me faz acreditar que não vale a pena lutar por mim.

Na verdade, não é complicado. Garotinhas simplesmente amam seus papais. De vez em quando, quando a sua filha estiver rodopiando com aquela saia de babadinhos, lembre que um dia ela vai crescer. O que você quer que ela saiba sobre os homens, a vida, o amor e ela mesma? O que você faz e diz agora vai afetar o resto da vida dela. Papais, nunca subestimem o impacto que as suas palavras ou ações tem nas suas filhas, não importa a idade que elas tenham.

Fonte: http://www.brasilpost.com.br/tara-hedman/pai-filha-pequena_b_5090740.html

*********

Homens, hunf! Posso falar, sou um deles. Grande parte pensa que tudo se resolve com o membro do meio das pernas e outra parte dos homens com as extremidades de braços e pernas. Estes, esquecem da extremidade em cima do pescoço para agir em relação a suas verdades.

Não tenho formação para falar disto, escrevo minhas impressões pessoais, então, relevem minha ignorância sobre o tema.

Mas, vejo que para a grande parte dos homens é mais fácil pensar que tudo são objetos, inclusive outras pessoas – sejam mulheres ou não – para não enfrentar o vazio existencial de viver apenas para o seu pênis.

E a pergunta é: O que você anda fazendo em relação a sua esposa, filha, mãe, avó, enfim, em relação as mulheres da sua vida?

Não é o fato de não bater, não estuprar ou ser violento. Isto é elementar em relação a existência humana entre homens e mulheres ou definidos em outras categorias, afinal, estamos falando de humanidade e não de escolha sexual.

Falo sim de como tratamos, como trocamos experiências, carinhos, verdades. Discorro de como você vê a sua vida junto aquela pessoa que diz que ama, mesmo saindo com prostitutas após sair da casa da namorada, diz que precisa dela a ponto de querer mata-la se o relacionamento acaba, mas não pode ver uma bunda na rua que precisa ver, olhar e ficar babando de vontade de comer.

Ah pára! Chega de hipocrisia.

Vamos assumir nossas verdades. Parar de pensar que temos a posse sobre as pessoas.

Aliás, sobre posse, as pessoas que são possessivas, extremamente ciumentas e por aí a fora, apenas relevam que sequer tem posse e propriedade sobre si mesmas, apenas querem controlar outras pessoas por falta de poder e consciência sobre a sua própria verdade e força interior (Embora, um ciuminho com pedido de perdão na cama seja bom, não é mesmo?).

Agora, falando sério, como é complexo ter o domínio, a posse do seu ser interior. Temos que amar nossas qualidades e defeitos, nos olhar no espelho e ver o resultado de nossas escolhas alimentares, de sedentarismo e inúmeras outras.

Por exemplo: Não somos gordos. Nos fizemos e agimos como tal, nos transformando em gordos. Ah! não consigo resistir a um x, uma pizza, uma carne gorda. Então, se não tens a posse sobre si mesmo, como vai querer ter posse sobre algo a mais?

E para não me alongar, finalizo com um pensamento:

Se fizemos uma reflexão sobre as conseqüências de nossos atos, agirmos conforme nossa verdade interior, estaremos doando as pessoas que amamos o que somos em nossa essência, nossa verdade. Com absoluta certeza, seremos melhores pais, avós, filhos e companheiros.

E então? Como vai ser papai?

Em relação a sua filha, mulher, mãe, avó, sobrinha?

E em relação as outras pessoas?

E em relação a você mesmo?

Responda e aja conforme as respostas para alcançar a felicidade.

É dentro de nós que reside as respostas e as soluções. Noutras pessoas, apenas o espelho daquilo que somos.

É como penso, reflito e divago.

E você?

 

Beijo no coração das gurias e abraço nos xirús!

Gustavo Rocha

Blog do Gustavo Rocha – PensarFazBem

gustavo@gestao.adv.br  |  (51) 8163.3333  |www.blogdogustavorocha.com.br

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.