Tantos séculos de amor

TANTOS SÉCULOS DE AMOR

Tantos séculos de amor que herdei das
pedras e dos montes, dos pássaros da terra e
dos pássaros do mar. Tantos diamantes recolhidos
do coração das coisas e das coisas que o coração
não recusou dar-me. Tantos séculos a dizer amor, a
fazer amor, com a pele das palavras gasta e com os lábios
molhados pela doçura da voz que me chega dos assombros
e dos medos, da infatigável vontade de fazer o teu corpo
tremer ofegante nos meus dedos, sem a dor impaciente
que habita as minhas mãos. Oh!, tantos, tantos séculos
a transformar canções de amor em desejos vivos,
tanto amor, tantos amores no amor, tantos corpos
que se abraçam num só corpo de mulher, essa mesma
que se despiu no interior da minha boca, e se banha na
minha saliva e adormece no meu sangue, a que desejo
como uma maçã fresca e inesperada numa tarde quente
ou numa noite em que não houve pôr-do-sol; essa mulher
que amadurece em mim quando toda a minha vida foi
não mais que um minuto, apenas um beijo que aproximou
a fragilidade de uns braços carregados de juventude,
do fulgor dos séculos e da plenitude dos grandes dias
solares. Oh, tantos séculos registados nos mapas do desejo,
tanta fome no sangue, tanta luz na pele, no ventre, na
vertigem do olhar, na alegria dos corpos transpirando
música tumultuosa por cada um dos poros. Outros dias
fazem do amor um mesmo dia, são frutos de uma
única árvore, a que nos revela as flores e estende sobre
a mesa da paixão não apenas a cor da terra mas também
o irresistível quê dos olhos cerrados dos amantes,
os que fazem amor com uma entrega e uma alegria
que sempre me comoveu até às lágrimas.

Joaquim Pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.