Pensar diferente

Quando leio Neruda, penso 180 graus diferente:

“Mas se amo os teus pés
É só porque andaram
Sobre a terra e sobre
O vento e sobre a água,
Até me encontrarem.”
―Pablo Neruda

Amo as pessoas não apenas por elas estarem ao meu lado neste momento.

Amo cada singular momento.

Amo as maneiras que o tempo encontrou em nos unir.

Não apenas eu e minha amada esposa.

Existem pessoas especiais no lado esquerdo do peito. Pessoas que o tempo não apaga e o carinho que sinto se nutre e existe pela saudade, boas recordações e uma dose de amor diário.

Nem sempre vejo estas pessoas. Nem sempre consigo falar com elas.

Contudo, em meu peito, elas estão lá.  Firmes, fortes, belas.

E assim como Neruda, o que importa é cada detalhe e não apenas o sentimento.

Se você tem a sorte ou azar de morar aqui, sinta-se amada, abraçada e principalmente verdadeiramente acariciada por minhas palavras…

E, finalizo com Neruda mais uma vez:

“Tu eras também uma pequena folha que tremia no meu peito.

O vento da vida pôs-te ali.

A princípio não te vi: não soube que ias comigo, até que as tuas raízes atravessaram o meu peito,

se uniram aos fios do meu sangue, falaram pela minha boca, floresceram comigo.”

 

Beijo no coração das gurias e abraço nos xirús!
Gustavo Rocha
Blog do Gustavo Rocha – PensarFazBem
gustavo@gestao.adv.br  |  (51) 8163.3333  |  www.blogdogustavorocha.com.br

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.