PEQUENOS POEMAS

PEQUENOS POEMAS
(Edegar G. Torres & Adriano Lima)

Teus olhos tem um sorriso,
paz de criança dormindo
e teus lábios um olhar
que traz verdades mentindo.

Riacho de pedras lisas,
ponte estreita de interior
são molduras dos meus sonhos
que te chamaram amor.

A aurora reponta o sol
que despe do campo a geada
e aquece a lagoa adormecida
nua, quieta, desestrelada.

Num bordoneio estridente
um grilo velho faceiro
conta os mistérios da noite
pra dança-luz do candeeiro.

Os amores que se foram
os amores que virão
brotam vivos no braseiro
e na seiva do chimarrão.

Casa estranha o coração
que guarda a vida em seu centro:
só tem tramelas internas
só o amor abre e por dentro…

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.