A noite finda

A noite finda

(escrito por Gustavo Rocha)

 

A noite finda com um verso meu em sussurro,

A noite se esvazia com desejos que balbucio:

A noite, dona das trevas e da poesia…

Diga a ela que ela é a minha sina.

 

Amanhece ao clarear do dia,

A lua ainda tenta brilhar por pura teimosia,

Eu, na janela, observando a cidade acordar:

Acorde, bom dia! Sejamos nós felizes neste dia.

 

As palavras são poucas, o sorriso ainda rarefeito,

O sentimento, contudo, inunda e ultrapassa meu peito,

Como conter tanto amor, alegria e contento?

Se chego no quarto e tu, alvo do meu amor, está ali, dormindo satisfeito?

 

Hummm quero mais, quero tudo,

Vontade de pular em cima da cama e te acordar com tudo…

Tudo então se resume em carinho e amor,

Passo as mãos em ti e sussurro: Bom dia, meu amor…

 

Mais um dia inicia,

Mais um dia, mais momentos, mais prazeres, mais alento…

Mais uma noite que finda e aguarda o seu novo momento…

Para servir de inspiração, poesia e desejo; até tudo recomeçar no amanhecer, por supoesto;

 

Beijo no coração das gurias e abraço nos xirús!
Gustavo Rocha
Blog do Gustavo Rocha – PensarFazBem
gustavo@gestao.adv.br  |  (51) 8163.3333  |  http://www.blogdogustavorocha.com.br

 

 

 

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.