Política

Da política – Por Paulo Coelho

Zizhang procurou Confúcio por toda a China. O país vivia um momento de grande convulsão social, e ele temia derramamento de sangue.

Encontrou o mestre junto de uma figueira, meditando.

“Mestre, precisamos urgente de sua presença no governo”, disse Zizhang.  “Estamos a beira do caos”.

Confúcio continuou meditando.

“ Mestre, ensinaste que não podemos nos omitir”. Continuou Zizhang.  “Disseste que somos responsáveis pelo mundo”.

“Estou rezando pelo país”, respondeu Confúcio.  “Depois irei ajudar um homem na esquina.  Fazendo o que está ao nosso alcance, beneficiamos a todos.  Existem mil maneiras de se fazer política; não é preciso ser parte do governo”.

 

E você? Faz pelo menos a sua parte?

 

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.